O mundo dá bola às vezes dá voltas impressionantes. Em 2014, o ex-lateral/meia Mancini terminava o Campeonato Mineiro como artilheiro da competição, com sete gols anotados, vestindo a camisa do tradicional Villa Nova, de Nova Lima. Há poucos dias, o hoje treinador foi anunciado para comandar o Leão do Bonfim, que tenta se reestruturar fora das quatro linhas e deixar para trás desastrosas gestões.

Atleta de destaque no cenário nacional e internacional, Mancini aproveitou a aposentadoria como atleta para dar início à preparação para um novo ciclo na modalidade. Com estudos e todas as licenças (B, A e Pro) obtidas pela Uefa, além da licença B da CBF Academy, ele deu início à sua primeira experiência como técnico no futebol brasileiro.

Depois de uma breve passagem pelo Foggia, clube da quarta divisão italiana, Mancini optou por dar sequência à carreira em seu país. Na última segunda-feira (31), ele aceitou o desafio de comandar a equipe de Nova Lima durante a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro. O treinador, inclusive, já teve o primeiro contato com o elenco e iniciou o trabalho em campo visando a estreia na competição, marcada para o próximo dia 19.

"Estou muito feliz e motivado por poder trabalhar e colocar em prática toda a teoria que absorvi ao longo dos estudos. Já tivemos o primeiro contato com o grupo, iniciamos um trabalho técnico e tático em campo. Aos poucos vamos colocando minhas ideias em prática e trabalharemos juntos pelo acesso à Série C. O grupo mostrou bom potencial e estou confiante de que teremos um grande Brasileirão pela frente – destacou o agora 'dono da prancheta', de 40 anos.

Junto de Mancini, o também ex-lateral Ceará chega ao Leão do Bonfim com o cargo de diretor de futebol. A dupla tem a missão de reestruturar o clube e levar o Villa à terceira divisão do futebol nacional. Na comissão técnica, o técnico terá a companhia do auxiliar Júnior Câmara, ex-Sport, e do preparador físico Rômulo Frank, recentemente desligado do Atlético.

"Agradeço ao clube pela confiança no meu trabalho e espero poder retribuir e colher bons frutos aqui no Villa. O Ceará embarcou comigo neste projeto e tenho certeza de que juntos faremos um trabalho sério dentro e fora de campo, cada um em sua função, visando profissionalizar ainda mais todos os setores deste clube tão tradicional de Minas Gerais", finalizou.