O meia Arrascaeta destacou nesta quarta-feira que o ataque do Peru é um dos focos principais de preocupação da seleção do Uruguai para o jogo deste sábado, às 16 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pelas quartas de final da Copa América.

"Vamos ter de estar 100% concentrados, pois eles possuem jogadores de muita qualidade e que desequilibram qualquer partida. Trata-se de uma equipe compacta e dinâmica", afirmou o jogador do Flamengo. "A partir de agora não teremos chance de reviravoltas. Não há como recuperar uma derrota", disse o meio-campista, em entrevista coletiva nesta quarta-feira, após o primeiro treino da equipe na capital baiana.

Arrascaeta afirmou que o Uruguai sofreu um desgaste muito grande na vitória sobre o Chile. "Eles ficaram mais com a bola. Com isso, não tínhamos rapidez em armar as jogadas e não conseguimos ficar próximos", disse o atleta, que só atuou como titular na terceira rodada da competição continental.

Sobre a reclamação geral com relação aos gramados do torneio, Arrascaeta preferiu não polemizar. "É difícil para todo mundo. Joga-se muito no Brasil e é complicado que o gramado esteja sempre 100%", comentou o meia.

Segundo Arrascaeta, a seleção uruguaia está se fortalecendo a cada jogo, mas continua humilde, apesar de contar com "grandes jogadores" em seu grupo. A equipe celeste goleou o Equador (4 a 0), empatou com o Japão (2 a 2) e derrotou o Chile (1 a 0).

Em caso de vitória sobre o Peru, o Uruguai vai enfrentar o vencedor de Colômbia x Chile, no dia 3 de julho, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, pela semifinal.