Três dias depois de levantar o troféu da Supercopa da Europa, o Barcelona foi surpreendido nesta sexta-feira (14) no primeiro jogo da Supercopa da Espanha. Jogando no estádio de San Mamés, o time de Lionel Messi e Luis Suárez levou uma inesperada goleada de 4 a 0 do Athletic Bilbao, com direito a show de Aritz Aduriz, autor de três gols, e de Mikel San Jose, que marcou o primeiro da partida, do meio-campo.

Com a dura derrota longe de casa, o Barcelona ficou em situação complicada para buscar o título, na partida da volta, na segunda-feira. No Camp Nou, o time catalão só conquistará o título se devolver o 4 a 0 e levar a melhor nos pênaltis. Por ter saldo de gols qualificado, o duelo poderá ficar ainda mais difícil para o Barça se o Athletic marcar no Camp Nou.

A Supercopa da Espanha reúne os campeões da Copa do Rei e do Campeonato Espanhol da temporada passada. Curiosamente, o Barcelona venceu as duas competições. Apesar disso, não garante o título da Supercopa por antecipação. Enfrenta o Athletic Bilbao, sua vítima na final da Copa do Rei, pelo placar de 3 a 1.

Se não obter a difícil virada na partida da volta, o Barcelona encerrará de forma precoce o sonho de buscar o "sextete", seis títulos conquistados na nova temporada europeia. O clube defende os troféus do Espanhol, da Copa do Rei e da Liga dos Campeões. Almeja o troféu do Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, já garantiu a Supercopa da Europa e ainda tem esperanças de levar também a Supercopa da Espanha.

O JOGO - Depois de ser campeão na terça-feira, o técnico Luis Enrique resolveu fazer testes e dar oportunidades na equipe titular para Bartra, Vermaelen, Adriano, Pedro e Sergi Roberto. Daniel Alves foi mantido entre os titulares, enquanto Neymar segue afastado, recuperando-se de caxumba.

E, com estas mudanças, toda a estrutura do time veio abaixo ainda no primeiro tempo. O primeiro a vacilar foi o goleiro Ter Stegen. Aos 13 minutos, ele saiu de cabeça, fora de casa, para afastar a bola. San Jose aproveitou a chance e bateu do meio de campo, encobrindo o goleiro do Barcelona.

Foi o suficiente para desestabilizar o time visitante, que até então dominava a posse de bola. Lento na saída de bola, o Barcelona pouco ameaçava no ataque. Messi era bem marcado e Suárez não se encontrava entre os zagueiros rivais. Na melhor chance após o gol do Bilbao, San Jose tirou em cima da linha, em lance do uruguaio, aos 26. Antes do intervalo, Messi cobrou falta com perigo, mas o goleiro Gorka Iraizoz foi buscar, numa linda defesa.

O segundo tempo começou com gol dos anfitriões. Aos 7 minutos, Aduriz ganhou de cabeça de Mascherano na área e mandou para as redes. Apenas seis minutos depois, o mesmo Aduriz aproveitou vacilo geral da defesa catalã e, sem qualquer marcação dentro da área, bateu firme quase da marca do pênalti: 3 a 0.

O quarto gol veio em novo erro da defesa. Desta vez, coube a Daniel Alves encaminhar o gol do Bilbao. Ele fez falta em Etxeita dentro da área: pênalti. Aduriz, artilheiro do jogo, mandou no canto e não deu chance a Ter Stegen, aos 23 minutos.

Perdido em campo, o Barcelona ainda teve tempo e oportunidades para ao menos descontar a vantagem dos anfitriões. Mas Messi estava pouco inspirado, ao contrário do duelo de terça-feira, quando encantou a torcida espanhola, e o ataque catalão estava praticamente inoperante. Por consequência, o Barça terá que fazer um "milagre" na partida da volta para não deixar este troféu escapar.