Taffarel; Edgar, Luiz Eduardo, Márcio Santos e Marcos Adriano; Doriva, Gutemberg e Marquinhos (Juninho Rodrigues); Euller, Evair (Valdeir) e Leandro Tavares. Técnico: Eduardo Amorim. Este é o time do Atlético que perdeu pela última vez uma partida de mata-mata do Campeonato Mineiro para um clube do interior.

arte

Clique para ampliar ou salvar

Em 18 de maio de 1997, no jogo de ida pelas quartas de final do Estadual, o Galo perdeu por 3 a 1, de virada, para o Villa Nova, que seria vice-campeão numa decisão com o Cruzeiro.

A partida foi disputada no Estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima, e a vitória atleticana por 1 a 0, na volta, uma semana depois, no Mineirão, foi insuficiente para que o Galo avançasse às semifinais.

No ano seguinte, também nas quartas, mas diante da Caldense, o Atlético iniciava a dupla invencibilidade que defende a partir deste sábado (30), quando encara o Boa Esporte, às 18h, no Dilzon Melo, em Varginha, pelas semifinais do Campeonato Mineiro.

Em quase 22 anos, desde aquela derrota em Nova Lima, o Atlético já fez 13 duelos de mata-mata e dois de jogo único, pelas quartas de final de 2018 e 2019, contra clubes do interior.

São 28 jogos, com 22 vitórias e seis empates. Um aproveitamento de 85,7%, sendo que o desempenho no interior é superior ao alcançado na capital, que foi a sede por três vezes de adversários de outras cidades. Isso aconteceu nas semifinais de 2007 (Democrata-GV), 2009 (Rio Branco) e 2017 (URT).

Em Belo Horizonte, o aproveitamento alvinegro nesses jogos contra clubes do interior, em mata-matas do Campeonato Mineiro, é de 84,3%. No interior, o Galo conquistou 87,8% dos pontos disputados.

Os confrontos mais importantes nessa sequência foram as decisões de 2010, contra o Ipatinga, e 2015, diante da Caldense, ambas vencidas pelo Atlético.

A Veterana e a URT são os clubes que o Galo mais enfrentou nessa série invicta, mas fez seis jogos contra o time de Poços e cinco contra o de Patos, rival nas quartas do ano passado, em jogo único. Agora, cabe ao Boa Esporte desafiar essa grande marca atleticana.