Ainda sob a repercussão do caso envolvendo injúria racial contra um segurança que trabalhou no clássico entre Cruzeiro e Atlético, disputado no último domingo (10), no Mineirão, o Galo lançou uma campanha em alusão ao mês da consciência negra (novembro).

Intitulada “Do Preto e do Branco”, a ação tem o intuito de divulgar depoimentos de atletas, funcionários, e torcedores, com ênfase na valorização da cultura afro-brasileira, na inclusão dos negros na sociedade e no combate à discriminação racial, dentro e fora do esporte.

O primeiro personagem da campanha é justamente o segurança Fábio Coutinho, que foi vítima de injúria racial proferida por um torcedor no final da partida.

Auxílio jurídico

Nesta terça-feira, o Fábio Coutinho se encontrou com o presidente do Galo, Sérgio Sette Câmara, na sede do clube, no bairro de Lourdes.

Na reunião, o mandatário alvinegro, que é um dos sócios do escritório de advocacia Sette Câmara, Corrêa e Bastos Advogados Associados, ofereceu auxílio jurídico gratuito ao segurança, caso o profissonal ajuíze uma ação contra os suspeitos de terem pratico a injúria.