Se até o início da tarde de domingo (11) o Atlético sonhava com o título brasileiro, depois do empate contra o Vasco, a equipe mineira sequer depende só dela para terminar com o vice-campeonato e garantir uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores. O Grêmio, com 66 pontos, pulou à frente do Atlético, agora com 65. O Fluminense já é o campeão.

Apesar de precisar de três vitórias nos três próximos jogos para seguir com boas chances de terminar em segundo, necessitando de apenas um tropeço do Grêmio, tudo que Ronaldinho pede é que o time mantenha a invencibilidade como mandante no Brasileirão. Até aqui, são 17 jogos e apenas três empates. O time é o único invicto em casa na competição.

"Agora, é terminar o ano bem, sem perder nenhum jogo em casa e poder encaminhar a ida de forma direta. Temos que nos preocupar só com a gente, temos os próximos jogos para procurar somar o maior número de pontos e conseguir entrar direto na Libertadores", comentou Ronaldinho Gaúcho.

Pelo Twitter, o craque do Atlético lamentou que a briga pelo título tenha acabado, com triunfo do Fluminense, e destacou que o time continua lutando pela vaga na fase de grupos da Libertadores.

"Infelizmente não conseguimos o título. Nossa luta agora é pela vaga direta na Libertadores. Contamos com a massa (torcida atleticana)", postou o jogador em seu perfil na rede social.

O Atlético já está garantido na fase preliminar da Libertadores. Até o fim do Brasileirão, para alcançar a meta de chegar à fase de grupos, pega o rebaixado Atlético-GO, no Independência, visita o Botafogo, e depois faz o clássico contra o Cruzeiro, com presença apenas da torcida alvinegra.