O Atlético segue em busca de um atacante. Eduardo Sasha, atualmente em litígio com o Santos, é o nome preferido para tal. Contudo, o Peixe segue fazendo jogo duro com a diretoria do clube mineiro.

De acordo com o jornalista Ademir Quintino, O Atlético  procurou o Santos, nos últimos dias e consultou o clube paulista para adquirir em definitivo, o atacante Sasha, e recebeu a resposta de que a venda -mesmo com as pendências envolvendo o alvinegro praiano e o atacanta, na justiça - só será realizada caso o Galo aceite pagar 5 milhões de euros (R$ 30 milhões). 

Ainda segundo Quintino, o time mineiro topava ceder 1 milhão de euros (R$ 6 milhões) ao Peixe e assumiria os 2 milhões de euros de dívida que o alvinegro da Vila tem com o Internacional de Porto Alegre pela compra de 50% dos direitos econômicos do atacante, adquiridos em janeiro – a outra metade fez parte da troca entre os clubes envolvendo o lateral-esquerdo Zeca, em 2018. 

Ademir ainda afirma que o Galo - mesmo sabedor que o Santos está impedido pela FIFA de registrar jogadores enquanto não quitar pendências financeiras - também acenou, uma proposta que envolvem-se valores e o venezuelano Otero ou ainda, o goleiro Vitor, pelo camisa 27, que está em litígio com  o clube da Vila. A resposta foi imediata: não! 

Eduardo Sasha entrou na justiça em busca de uma rescisão unilateral, em razão da redução salarial sem acordo, dívida em direito de imagem e não recolhimento do FGTS. A audiência do jogador em primeira instância está marcada para a próxima terça-feira (18)