O Atlético promoveu na noite desta quinta-feira (2) uma live voltada para a modalidade feminina do clube. A conversa, transmitida pelos canais do alvinegro, contou com a participação das atletas Ilana Medonça, Flávia Pissaia, Nathalia Rodrigues e Emily Cristina, além da coordenadora do Galo FF, Nina Abreu, e do preparador físico Guilherme Acácio.

No encerramento do programa, foi exibida uma mensagem especial do presidente Sérgio Sette Câmara. Segundo ele, a expectativa da diretoria é de que as jogadoras voltem à labuta no segundo semestre. Devido à pandemia, as atividades in loco foram suspensas e, para manter a forma, as atletas seguem as recomendações dos profissionais.

“Às nossas jogadoras do futebol feminino, que estão, há longa data e de forma muito profissional, se preparando fisicamente, virtualmente, quero deixar aqui uma mensagem de esperança, de que esse período de pandemia já esteja próximo de começar a diminuir e que, no segundo semestre, a gente efetivamente retome os treinos e os jogos. O Atlético vai fazer todo o esforço para que isso aconteça, observando os critérios de segurança e os protocolos indicados, tanto para o futebol feminino quanto para a categoria de base. Quero crer que teremos um segundo semestre muito feliz e, se Deus quiser, estaremos juntos novamente, com todos os cuidados”, disse o mandatário.

Emily afirmou que as palavras da diretoria levam bastante conforto às atletas: 

“Até as meninas mais experientes já passaram por muita coisa no futebol feminino, nunca foi fácil, são muitas barreiras que a gente precisa enfrentar, então, chegar ao clube e encontrar uma pessoa como Lásaro, com essa aproximação com a gente e dando todo esse apoio, para a gente é muito importante. Traz um conforto mesmo., a gente se sente mais acolhida e mais respeitada”, comentou a atleta.

Feliz com a declaração de Sette Câmara,  Nathalia chegou a se emocionar e engrossou o coro. Para ela,  as palavras de apoio da diretoria mostra um grade avanço para a modalidade.

“Vocês não têm noção de como é escutar isso da Presidência. É uma coisa muito boa que nos acalenta porque a gente sabe como é difícil o futebol feminino. Então, ter um presidente, um vice-presidente, uma diretoria que respeita e apoia o futebol feminino. E não só que apoia, mas que também acompanha. Eu, que comecei no Atlético, a gente passou muita dificuldade na época, a gente recebia só passagem, era uma situação muito diferente, início do futebol feminino. Então, para hoje, um cara que move mundos e fundos para nós, que abre estádio para jogarmos um jogo que não é final de campeonato, temos que bater palmas para eles porque o que a diretoria está fazendo pelo futebol feminino hoje é uma coisa sensacional”, destacou.

Um dos temas abordados na live foi, é claro, a expectativa pelo retorno das competições. E, para falar sobre o assunto, ninguém melhor do que Romeu de Castro, supervisor de competições de futebol feminino na CBF, que também participou da live enviando uma mensagem de “otimismo e esperança”.

“Sei que existem muitas pessoas aflitas sobre o futuro das competições de futebol feminino no Brasil, mas as meninas não precisam ter medo. O nosso presidente Rogério Caboclo já declarou diversas vezes que estão mantidas, com total apoio da diretoria da CBF, todas as competições previstas no calendário de 2020. Portanto, as séries A1 e A2, da categoria adulta, além do sub-18, sub-16 e sub-14, na base, vão acontecer, mas no tempo certo e com toda a segurança. Muito em breve, vamos poder anunciar todas as novidades e adaptações necessárias para a retomada do futebol feminino, das nossas competições. A segurança, a saúde de todos, será nossa primeira prioridade. Todos os cuidados serão tomados e, no tempo certo, o futebol volta para alegrar o nosso país”, informou o supervisor.

As jogadoras do Galo Futebol Feminino também puderam acompanhar algumas palestras como, por exemplo, com o diretor médico do Galo, Rodrigo Lasmar, que falou sobre prevenção de lesões e prevenção à Covid-19.

* Com Site Oficial do Atlético