Apesar da fala do gerente de futebol do Ceará, Marcelo Segurado, ao Hoje em Dia, garantindo que o Atlético não fez proposta formal pelo lateral-esquerdo Felipe Jonatan, o clube mineiro buscou informações e sondou a possibilidade de contratar o jovem jogador de 20 anos através de seu empresário, Edson Neto. A informação do interesse do Galo foi publicada, inicialmente, no site Globoesporte.com. Segurado, em novo contato com a reportagem, ainda acrescentou: "O jogador não está à venda".

Mas há o desejo do Galo em mudar esta frase de ideia. O representante de Felipe, entretanto, precisa resolver antes uma situação mais avançada no mercado da bola. Isso porque ele também agencia o goleiro Everson, do Ceará, que está com um pé na Vila Belmiro para reforçar o Santos. O Ceará tenta segurar o arqueiro e só libera mediante o pagamento da multa por R$ 6 milhões. O Peixe queria o pagamento parcelado, mas o Ceará só aceita à vista. 

Neste momento, as conversas esfriaram, ainda mais depois de o presidente santista, José Carlos Peres, afirmar que conta com Vanderlei - titular do gol - para 2019, mesmo Jorge Sampaoli buscando alternativas para a posição. O agente de Everson, Edson Neto, agora precisará dividir as atenções com a chegada do Atlético querendo levar Felipe Jonatan.

Aos 20 anos - completará 21 em fevereiro - Felipe Jonatan foi uma das revelações cearenses no Campeonato Brasileiro Série A 2018. Titular a partir da 23ª rodada, se destacou como lateral-esquerdo, mas chegou a ser escalado avançado na partida justamente diante do Galo. Ele tem contrato renovado até 2022 e uma multa, segundo o jornal O Povo, de Fortaleza, de R$ 15 milhões.