Se a estreia no Brasileirão foi considerada um desastre, em função da derrota de virada, por 2 a 1, para o Fortaleza, no Mineirão, as três rodadas seguintes mostraram um Atlético bem diferente, com atuações e resultados calcados em dois pontos fundamentais: um time sólido defensivamente e cirúrgico em seu ataque. A vitória por 1 a 0 sobre o Internacional, nesta quarta-feira (16), no Beira-Rio, com gol marcado por Nathan, fez valer novamente uma máxima que vem sendo criada pelo técnico Cuca.

Foi o terceiro triunfo magro consecutivo da equipe mineira na competição. E essa simplicidade nos placares alcançados sobre o Sport, o São Paulo e o Colorado significa um período de fartura ao Alvinegro, agora com nove pontos, dando pinta de que vai mesmo brigar pelo título.

Na segunda-feira (21), às 20h, o Galo volta a campo, contra a Chapecoense, no Mineirão.

O jogo

O Atlético precisou do primeiro minuto de jogo para garantir a vitória. Jair roubou a bola e deixou para Hulk. O Vingador serviu Nathan, e o meia usou a categoria para completar para as redes. Pelo conjunto da obra, um golaço.

Até o intervalo, o Galo desperdiçou algumas oportunidades para ampliar e viu o Inter ensaiar uma reação – em vão.

O Alvinegro controlou quase toda a segunda etapa, levando alguns sustos no fim. Em um choque, Arana levou a pior, sofrendo um corte na cabeça, mas depois do atendimento voltou ao jogo.

O time mineiro segurou essa pequena pressão e faturou mais um triunfo. 

A FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 0
Daniel; Heitor, Zé Gabriel, Cuesta (Rodrigo Dourado) e Moisés; Johnny (Rodrigo Lindoso), Edenílson e Patrick; Taison (Maurício), Galhardo (Caio Vidal) e Yuri Alberto (Vinicius Mello). Técnico: Osmar Loss

ATLÉTICO 1
Everson; Guga, Gabriel, Réver e Arana; Allan, Jair (Dylan Borrero), Tchê Tchê, Nathan (Dodô) (Marrony) e Hyoran (Keno); Hulk. Técnico: Cuca

DATA: 16 de junho de 2021 (quarta-feira)
LOCAL: Beira-Rio
CIDADE: Porto Alegre
MOTIVO: 4ª rodada do Campeonato Brasileiro
ARBITRAGEM: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa), auxiliado por Daniel Luis Marques e Daniel Paulo Ziolli, todos paulistas
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)
CARTÕES AMARELOS: Yuri Alberto, Cuesta, Danilo Fernandes (Internacional); Arana (Atlético)
GOL: Nathan a 1 minuto do primeiro tempo

Atlético

Jair roubou a bola que resultou no gol da vitória do Atlético sobre o Internacional