Quem pode substituir Jair no meio-campo do Atlético? A pergunta é recorrente na Cidade do Galo. O volante, que está fora de combate por causa de uma lesão na coxa direita, tem ausência sentida pelos atleticanos. 

Enquanto isso, Rodrigo Santana tenta encontrar soluções. Zé Welison não agradou nas últimas oportunidades; Ramón Martinez, que também tenta se firmar, fraturou o nariz e fica fora por, pelo menos, duas semanas. 

Na vitória sobre o Ceará por 2 a 1, nesse domingo (29), no Independência, o treinador testou Nathan na função de volante para atuar ao lado de Elias. “Fizemos dois dias de trabalho posicionando o Nathan ali porque aquele não é o setor dele, está improvisado ali, mas como é um grande jogador, um profissional que tem todas as valências físicas para a gente fazer dele um jogador mais versátil possível, creio que ele atendeu às expectativas e está de parabéns", explicou Rodrigo Santana. 

“O Jair também não era primeiro volante, tivemos de trabalhar e capacitar o Jair para essa posição. Ele cresceu muito na posição. Hoje estamos tentando isso com Nathan, pois precisávamos propor o jogo. Eu optei pelo Nathan para dar essa qualidade aos meus zagueiros e aos laterais para sair jogando. Acredito que ele foi muito bem”, completou. 

Conversa com Adilson

O ex volante Adilson, agora membro da comissão técnica do Atlético, teve papel importante para o desempenho de Nathan contra o Ceará. Em dois dias de trabalhos, muita conversa sobre posicionamento. 

“Me disse para tentar fazer a leitura das jogadas, chegar antes. Agora, eu pretendo crescer e, se for para jogar nesta posição, eu estou à disposição”, destacou Nathan.  

Em 26 jogos na temporada, o meio-campista marcou três gols. A tendência é que ele permaneça como titular no duelo contra o Vasco, nesta quarta-feira, às 19h15, no Independência, em jogo atrasado da 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.