Assim que o ano novo chegar, o atacante André poderá escolher o destino da carreira sem precisar depender da vontade do Atlético. Entretanto, o Galo tratará de evitar que o jogador assine o pré-acordo com outra equipe, conforme determinado por lei. A intenção da diretoria do clube mineiro é renovar o contrato do jogador, que se encerra em junho de 2016 (em seis meses). Pelo menos, para evitar que ele saia de graça.
 
"André retorna ao clube dia 31 de dezembro. Ele volta para o grupo principal. Não posso falar que o Aguirre disse que vai utilizar. O André é jogador do Atlético e a intenção é de renovar", afirmou Eduardo Maluf, diretor de futebol do Galo.
 
Destaque do Sport Recife no último Campeonato Brasileiro, André encontrará resistência na torcida atleticana, que já adotou Lucas Pratto como o artilheiro e xodó da Massa. O jogador brasileiro já foi afastado pelo Galo por se envolver em atos indisciplinares e já despertou interesse de outros clubes. 
 
André foi a contratação mais cara da história do Atlético. Custou mais de R$ 19 milhões de reais em 2012, quando o clube o tirou do Dinamo de Kiev. Depois, o investimento teve o retorno de R$ 5 milhões, quando o Santos comprou 20% do atleta, levando-o por empréstimo. Agora, assim como Guilherme (outra contratação milionária), o camisa 90 poderá sair sem dar o retorno financeiro esperado ao alvinegro.