Se de um lado Abel Braga lamentou a invalidação do gol que poderia dar a vitória ao Fluminense, de outro o técnico Cuca comemorou o "ponto importantíssimo" que leva do Engenhão e mantém o Atlético na liderança do Campeonato Brasileiro, com 32 pontos. Satisfeito pela atuação do Galo contra um adversário direto, o qual prefere chamar de ‘candidato ao título’, o treinador reclamou do pouco tempo de descanso entre as rodadas.

O Galo entrou em campo na última quinta-feira à noite para vencer o Santos por 2 a 0, no Independência, e voltou a jogar neste domingo. Enquanto isso, o Fluminense atuou um dia antes, tendo sido derrotado pelo Grêmio no Olímpico. "Era um jogo decisivo contra um candidato direto e jogando na casa do Fluminense com um dia a menos de descanso. Jogamos quinta-feira até quase meia-noite, e isso pesa", disse Cuca.

"Posso dizer que é um ponto importantíssimo para nós. Não jogamos para empatar, jogamos para vencer, mas não conseguimos e saímos com um ponto que é muito bom. A gente sai contente com um ponto. Acho que foi um placar justo pelo o que as equipes fizeram dentro de campo", comentou o treinador do Atlético, sem citar o lance do gol mal anulado de Fred, aos 42 minutos do segundo tempo.

Com o ponto conquistado no Engenhão, o time de Cuca se mantém na liderança do Brasileiro, com 32 pontos, e se beneficia pelo empate do próprio Fluminense e também do Vasco, que não conseguiu superar o Inter. Outro concorrente direto, o Grêmio, foi derrotado pelo Coritiba. "As condições nos beneficiaram, mas não podemos bobear, porque se trata de um campeonato muito difícil".

No próximo sábado, às 18h30 (de Brasília), o Galo visita o Flamengo no mesmo Engenhão, pela 14ª rodada do Brasileiro.