O colombiano Yimmi Chará pode sentir um gosto inédito e especial no clássico desta quarta-feira (17), às 19h15, no Independência, pela segunda partida das quartas de final da Copa do Brasil. Isso porque o jogador nunca venceu um duelo contra o Cruzeiro. 

O atacante, que chegou ao Galo em junho do ano passado, disputou cinco jogos contra a Raposa – sendo derrotado em dois confrontos e empatando outros três duelos. O jejum do jogador coincide com o tabu do Atlético sobre o rival. A última vitória do time alvinegro sobre a equipe celeste foi em 19 de maio de 2018, quando o Galo venceu por 1 a 0, no Horto, pela sexta rodada do Brasileirão. 

A estreia de Chará em clássicos aconteceu no segundo turno do Campeonato Brasileiro de 2018, no empate sem gols no Mineirão. Neste ano, foram quatro partidas. Na primeira fase do Estadual, o colombiano foi importante depois de sofrer um pênalti do cruzeirense Dedé que culminou com o gol de empate do Atlético no jogo. A partida terminou em 1 a 1. 

Em abril, dois encontros contra o rival na decisão do Campeonato Mineiro. No duelo de ida, a Raposa venceu por 2 a 1, novamente no Mineirão. Na segunda partida, no primeiro e único clássico do colombiano no Independência, o confronto terminou em empate por 1 a 1 – resultado que deu o título do Estadual ao Cruzeiro. 

O último encontro de Chará com a Raposa ocorreu na última quinta-feira (11), no Gigante da Pampulha. A derrota por 3 a 0 complicou a missão atleticana no confronto. 

Mesmo diante de um cenário favorável ao Cruzeiro, com o Galo tendo que vencer por quatro gols de diferença para conseguir a classificação sem a necessidade de disputa de pênaltis, Chará não "joga a toalha" no duelo. 

“O placar é complicado, mas a gente está acreditando. Vem fazendo bons treinos, vamos tratar de fazer o melhor em campo. A atitude será muito importante para o resultado. É difícil, mas é futebol e qualquer coisa pode acontecer”, destacou Chará.