Versatilidade, bom passe e chegada na área adversária com perigo. Estas são apenas algumas das várias qualidades dos volantes Jair e Gustavo Blanco. Para muitos torcedores, os dois jogadores reúnem condições para serem titulares do Galo em 2020. 

A parte técnica não se discute, mas alguns cuidados são necessários, principalmente em relação ao condicionamento físico dos dois atletas. Gustavo Blanco não atua desde 13 de junho de 2018. O volante de 25 anos está na reta final da recuperação de duas cirurgias no joelho esquerdo. De acordo com o chefe do departamento médico do Atlético, Rodrigo Lasmar, a expectativa é que o jogador fique à disposição para jogar em fevereiro. 

“Ele está em uma reta final (de tratamento), se recuperando muito bem. Apesar desse período todo de férias, ele continua com um acompanhamento individualizado. Todos saíram de férias e ele continuou fazendo um trabalho específico de fortalecimento, sob os cuidados da fisioterapia. Ele vai sair (de férias) por alguns dias, mas vai continuar mantendo uma prescrição de exercícios para continuar fazendo", explicou Rodrigo Lasmar, em entrevista ao site oficial do Atlético.

Jair e Blanco

O volante Jair, um dos destaques do time em 2019, também precisa de uma atenção especial do departamento médico. Com qualidade na saída de bola, o jogador deu outro ritmo ao meio-campo do Atlético, mas perdeu várias partidas no ano por causa de lesões musculares. Ficou visível uma “Jairdependência, já que o Galo teve muitas dificuldades em achar um substituto quando o jogador esteve lesionado. 

Carência

O Atlético teve dificuldade para encontrar a dupla de volantes ideal em 2019. Mesmo que Blanco e Jair fiquem à disposição juntos em fevereiro, a diretoria do Galo monitora o mercado para contratar mais jogadores para o setor. 

Com a saída de Elias, o Galo conta apenas com Jair, Blanco, Zé Welison e Ramón Martinez para a volância. Lucas Cândido, que volta de empréstimo do Vitória, depende de avaliação do novo treinador.

O Atlético ainda perdeu o atacante Luan, que também fez a função de volante em alguns jogos da temporada. O Menino Maluquinho foi vendido para o V-Varen Nagasaki, do Japão. O meia Nathan, que também fez bons jogos como volante, tem o contrato se encerrando neste mês e sua continuidade no clube é incerta.