Faltando ainda quase um mês para a eleição presidencial no Atlético, a chapa da situação no Galo foi definida com Daniel Nepomuceno oficializando sua candidatura ao cargo que pertenceu a Alexandre Kalil nos últimos seis anos. A novidade, que não é tão surpreendente assim, é a nomeação de Manuel Saramago, atual assessor especial da presidência, ao segundo cargo mais importante na administração alvinegra.

Abaixo do vice, a chapa segue tendo os mesmos nomes da diretoria atual. Adriana Branco segue como futura diretora-executiva. O advogado tributarista Rodolfo Gropen continuará como diretor de planejamento; Lásaro Cândido como diretor jurídico, Eduardo Maluf como diretor de futebol, Carlos Fabel como diretor financeiro e Domênico Bhering como diretor de comunicação.

Alexandre Kalil não foi nomeado como tendo nenhum cargo, caso Daniel Nepomuceno seja eleito.