Campeão da Libertadores em 2013, o Atlético não conseguiu reencontrar o bom futebol após o título continental. Desta forma, a equipe mineira vem sofrendo no Campeonato Brasileiro e pode terminar a 13ª rodada da Série A na zona de rebaixamento. Após o empate sem gols diante do Náutico no sábado (10), o treinador Cuca constatou que o maior problema atravessado pela equipe neste momento é a falta de criação no meio de campo, o que pode culminar na estreia do argentino Dátolo já na próxima quarta-feira.

Sem espaço no Internacional - o time gaúcho tem três estrangeiros: Forlán, D’Alessandro e Scocco -, o meia argentino optou pela transferência neste segundo semestre. Na sexta-feira (9), o próprio treinador Cuca ‘entregou’ a chegada do jogador, que logo foi confirmada pela assessoria de imprensa. Dátolo já realizou exames médicos na Cidade do Galo e deve assinar com o clube mineiro na próxima segunda-feira.

A estreia do argentino, no entanto, ainda depende de suas condições físicas, já que o meia não vinha atuando pelo Internacional. "É um jogador que está em condição de jogo. Estava jogando no Internacional. E se ele tiver a condição ideal, já vai entrar jogando. De repente na quarta-feira (contra o Bahia). É a maior necessidade que a gente tem", afirmou Cuca, que vê o Galo sem criatividade nesta retomada de Campeonato Brasileiro.

Mesmo com a conquista da Libertadores, o comandante do Galo já afirmava que sua equipe precisava trazer mais jogadores. Além disso, o garoto Bernard foi vendido para o futebol ucraniano, e logo apareceram os problemas gerados pela falta de elenco do Atlético. Diego Tardelli sentiu dores na coxa direita nesta semana, foi poupado do confronto contra o Náutico e deve ficar fora do duelo diante do Bahia. Desta forma, o rápido meio de campo que venceu a competição continental tem hoje ‘apenas’ Ronaldinho Gaúcho.