Eliminar o rival e avançar na Copa do Brasil, ir longe na Sul-Americana ou continuar com boa campanha no Brasileiro? Qual seria a escolha do atleticano? O lateral Patric foi criativo na resposta. 

“Você é casado, tem uma esposa, tem um filho e tem que levar ele no colégio. Você tem uma esposa e tem que prestar assistência pra ela em casa também. Você tem o seu trabalho no clube e também tem que fazer bem. Então, você junta as três coisas a faça bem feito para que tenha êxito em todas. Se sua cabeça é boa, seu corpo é bom, sua família vive bem. Este é o nosso sentimento, a gente quer tudo. A gente quer as três partes para que nada fique desalinhado”, destacou Patric. 

Quando perguntado sobre a crise no Cruzeiro e se isso pode prejudicar o rival nos duelos da Copa do Brasil, Patric foi novamente poético para responder. 

“A gente tem que focar só na nossa grama, só no nosso pé de laranja e não ficar pensando em qual laranja, em qual a cor da grama do vizinho, o que ele faz e o que ele não faz. Acho que não cabe a nós. Temos um foco, temos um objetivo e estamos bem alicerçados no que a gente quer”, disse. 

Se depender dos trabalhos feitos na intertemporada, o poético Patric deverá ser mantido como titular contra o Cruzeiro, nesta quinta-feira, às 20h, no Mineirão, no primeiro jogo das quartas de final da Copa do Brasil.