A vitória por 1 a 0 sobre o Flamengo, no último domingo, praticamente selou as pretensões do Atlético nessa reta final de Campeonato Brasileiro. Na sexta colocação, com 45 pontos, e já garantido na próxima Copa Libertadores, como atual campeão, a equipe alvinegra alcançou a pontuação que é considerada necessária, traçada pela comissão técnica, para não ter preocupação com a zona de rebaixamento.

Com isso, o foco a partir de agora, na Cidade do Galo, está todo voltado ao Mundial de Clubes, que será disputado em dezembro, no Marrocos.

Com vários jogadores entregues ao departamento médico, o técnico Cuca usará as oito partidas restantes no Nacional como uma espécie de laboratório para o torneio mais importante da história do clube.

“Vamos intensificar, preparar bem a equipe, manter o bom momento, o time jogando bem. Isso é importante para o Mundial, para a gente chegar bem, forte e em condições de fazer dois grandes jogos”, disse Cuca após superar o Flamengo no Independência.

Em alta

O desempenho da equipe nas últimas partidas tem agradado muito ao treinador. O resultado positivo diante do Flamengo consolidou o bom segundo turno feito pelo Galo.

O time já somou 20 pontos nessa segunda metade do Brasileirão, – seis vitórias, dois empates e três derrotas –, ficando à frente de três integrantes do G-4: Grêmio (19), Botafogo (13) e Atlético-PR (17), respectivamente vice, terceiro e quarto colocados.

A campanha não é melhor somente que a de Cruzeiro e São Paulo, que somaram 22 pontos, e Goiás e Vitória, que alcançaram 21 e 20, respectivamente.

“Conseguimos a meta de 45 pontos, pontuação que não cai mais, era nosso objetivo. Agora é treinar tranquilo para o Mundial, mas a gente tem a meta de não perder em casa”, comentou o atacante Jô.