O Atlético fechou o time que disputará a fase de grupos da Copa Libertadores com as chegadas de Junior Urso e Robinho. Com Clayton, já garantiu um reforço em caso de classificação. Mas o Campeonato Brasileiro é tão valorizado quanto o torneio continental pela diretoria alvinegra. Para tanto, e também para contornar os futuros desfalques promovidos pela convocação de seleções, o clube mineiro não se retirou do mercado de transferências e, agora, busca novas peças para o sistema defensivo. Um zagueiro e um lateral-esquerdo são as posições desejadas pelo Galo.
 
Na zaga alvinegra, Leonardo Silva faz nova dupla com Erazo. O equatoriano é titular absoluto da "Tri", líder das eliminatórias. Na reserva, Edcarlos perdeu espaço para Tiago, mas o Galo procura um outro nome para fazer uma sombra maior ao capitão e seu novo escudeiro. O ex-corintiano Cléber, que está no Hamburgo-ALE, foi sondado pelo Atlético. Entretanto, o clube alemão não aceita cedê-lo por empréstimo. Afinal, Cléber é titular da equipe que luta para não ser rebaixada na Bundesliga e manter a tradição de ser a única equipe germânica a nunca ter saído da elite do futebol local. 
 
O Atlético tinha começado negociações com o FC Porto para contratar o zagueiro Maicon. Mas não houve andamento nas tratativas e Maicon acabou por acertar com o São Paulo, por um empréstimo de seis meses. 
 
Outro jogador cogitado foi de Leandro Castán. O prata-da-casa alvinegro, através do pai e empresário Marcelo Castan, foi consultado por um empresário do futebol mineiro. Entretanto, o defensor da Roma-ITA não deseja retornar ao Brasil neste momento. Castán se recupera de cirurgia no cérebro e tem a esperança de se tornar titular absoluto do time italiano. Ele seria uma opção tanto para a zaga, como para a lateral esquerda.
 
Esta última posição é preenchida por Douglas Santos. O camisa 6 tem tudo para atuar na Olimpíada do Rio de Janeiro e, quem sabe, também ser chamado para a disputa da Copa América Centenário, nos Estados Unidos. Em ambas competições, o calendário do futebol brasileiro não sofrerá pausa. O reserva de Douglas, Mansur, se contundiu novamente. O Galo, assim, busca um segundo suplente para o titular.
 
Também por conta da Seleção Equatoriana, o Atlético já se prepara para ver Juanito Cazares indisponível. Assim, além de peças defensivas, seria desejo do clube mineiro contratar um novo "camisa 10", peça mais rara do mercado de transferências. Thiago Neves, por exemplo, chegou a ser cogitado, mas pediu um valor alto. A informação, entretanto, foi desmentida pela sua assessoria.
 
Os reforços planejados pelo Atlético para a sequência da temporada seriam visando a disputa do Campeonato Brasileiro. Mas a intenção de trazê-los ainda para a disputa das oitavas de final da Libertadores. Fase na qual o atacante Clayton poderá atuar pelo Galo.