Time reserva, titular ou misto? Esta é uma das questões que o técnico Rodrigo Santana tem que resolver para o compromisso contra o Avaí, segunda-feira (23), às 20h, no Estádio da Ressacada. A dúvida acontece porque na quinta-feira (26) o Galo enfrentará o Colón, da Argentina, em jogo válido pelo segundo duelo da semifinal da Copa Sul-Americana, no Mineirão. 

Pensando na partida decisiva pela competição internacional, a tendência é que Rodrigo Santana poupe a maioria dos titulares. O próprio treinador, em poucas palavras, destacou o foco da equipe para o duelo contra o Colón. 

“A gente ainda não tem a estratégia. A gente vai ver os jogadores que tem condições de fazer o jogo segunda, se vai dar tempo de recuperar pra quinta-feira. A grande importância é quinta-feira”, explicou Santana. 

O desenho do time para enfrentar o Avaí começa a ser desenhado neste sábado pela manhã, na reapresentação da equipe na Cidade do Galo. Guga, Léo Silva, Lucas Hernández, Ramón Martinez, Bruninho, Nathan e Alerrandro são alguns nomes que podem pintar na escalação para segunda-feira. 

Jejum

O Atlético perdeu os últimos cinco jogos do Campeonato Brasileiro. Um jejum que fez a equipe sair do G4 para a nona posição, estacionada nos 27 pontos. A semana é de pressão para uma equipe que precisa reagir no Campeonato Brasileiro e com jogo decisivo pela Copa Sul-Americana. 
Para o lateral-esquerdo Fábio Santos, um dos mais experientes da equipe, não é momento de terra arrasada. 

“Ninguém está fugindo da responsabilidade. A gente está tentando acertar, as coisas não têm acontecido, mas estamos focado na Sul-Americana. Estamos muito focados na Sul-Americana. Nós perdemos um jogo, não acabou ainda, tem o jogo da volta. A gente não pode perder a confiança, não pode baixar a guarda porque tem muita coisa para acontecer ainda”, destacou Fábio Santos.