O jogo contra o Palmeiras, domingo (12), às 16h, no Mineirão, pode marcar o retorno de Cazares. O jogador, recuperado de dores na coxa esquerda, deve ser novidade, pelo menos, no banco de reservas. O equatoriano esteve em campo pela última vez no dia 14 de abril, no primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro, na derrota por 2 a 1 para o Cruzeiro. Foram seis partidas sem o camisa 10 em campo.

O técnico interino Rodrigo Santana informou que Cazares não está na melhor forma física, mas, se voltar neste domingo, é uma arma que o time ganha para a sequência de jogos.

“O Cazares não está 100 % fisicamente, mas é um cara que quer ajudar muito. O grupo precisa dele. Ele é muito importante. A gente conta muito com o Cazares. Vou conversar pessoalmente com ele pra ver se ele tem condições”, explicou Rodrigo Santana.

Com o técnico interino, o Atlético tem atuado no esquema 4-1-4-1. A equipe ficou mais compactada e alguns jogadores, como o volante Elias, cresceram de produção. Por isso, Santana adiantou que, se o equatoriano jogar, a formação tática não será modificada.

“Eu não gosto de mudar meu sistema de jogo. Enquanto está dando certo, a gente tem que acreditar. Não espero mudar não. Preciso ver como ele (Cazares) vai se sentir melhor. Se é por dentro ou por fora, para utilizar”, destacou.

Cazares começou a temporada com boas atuações, mas depois caiu de rendimento. Em 2019, o equatoriano soma cinco assistências e três gols.