A Federação Russa de Atletismo informou em um comunicado nesta terça-feira que todos os atletas que tiverem utilizado drogas para melhorar o desempenho em anos anteriores serão barrados dos Jogos Olímpicos Rio-2016.

"Qualquer participante em potencial dos Jogos Olímpicos flagrados no doping em anos anteriores não poderá ser integrante da equipe nacional russa no Rio", informou a federação.

Ao todo, 14 atletas de três modalidades que participaram dos Jogos Olímpicos de Pequim deram positivo no exame anti-doping após novas análises de suas amostras de 2008, anunciou nesta terça-feira o Comitê Olímpico Russo (COR).

"O Comitê Olímpico Russo recebeu um documento oficial do Comitê Olímpico Internacional (COI) informando que os resultados das amostras recolhidas nos Jogos Olímpicos de Pequim deram positivo (...) em quatorze atletas russos de três modalidades", indicou o COR em um comunicado, uma semana após o anúncio do COI de que 31 atletas de doze países tiveram resultado positivo após novas análises de amostras que datavam de 2008.

Leia mais

Catorze dos 31 novos casos de doping em Pequim-2008 são da Rússia

Rússia fatura mais dois ouros no Mundial de Atletismo

"Em conformidade com os regulamentos internacionais, o nome dos atletas não será divulgado antes da análise da amostra B", afirma o comunicado.

Segundo o responsável jurídico do COR, Alexandre Brilliantova, as amostras B serão analisadas nos dias 31 de maio e 1 de junho pelo laboratório anti-doping de Lausanne (Suíça).

A Federação Russa de Atletismo, pouco depois deste anúncio, publicou um comunicado indicando que todo atleta russo "que tiver dado positivo no passado" não poderá ir aos Jogos Olímpicos do Rio.

"A Federação Russa de Atletismo tomou esta decisão difícil com apenas um objetivo: fazer todo o possível para que os atletas limpos possam participar dos Jogos de 2016", indica o comunicado, num momento que o atletismo russo, no centro de um escândalo de doping, está até o momento suspenso de qualquer competição internacional de atletismo.

A formulação (todo atleta "que tenha dado positivo em anos anteriores" para doping) indica que a medida inclui, a priori, os que já tenham cumprido suas suspensões.