Nessa quarta-feira (21), no Japão (terça no Brasil), Guilherme Arana “sofria” de frente para a televisão, na concentração da Seleção masculina, ao conferir a classificação do Atlético para as quartas de final da Copa Libertadores. No mesmo dia, só que mais tarde, o time canarinho fechava a preparação para a estreia nos Jogos de Tóquio, nesta quinta-feira (22), às 8h30 (de Brasília), contra a Alemanha.

Arana é o único atleta do Galo (e de um clube mineiro) a fazer parte do combinado verde-amarelo, comandado pelo técnico André Jardine, e tenta repetir o feito de outros alvinegros.

Em 2016, o Brasil, enfim, obteve seu primeiro e até então único ouro no futebol masculino nas Olimpíadas. Daquela Seleção vitoriosa no Rio de Janeiro, faziam parte o lateral-esquerdo Douglas Santos e o goleiro Uilson, ambos jogadores do Atlético na época. O arqueiro foi reserva durante a competição, mas o ala ganhou a titularidade, inclusive participando da finalíssima, justamente diante da Alemanha – naquela oportunidade, os brasucas venceram na disputa por pênaltis e se sagraram campeões.

Douglas Santos é considerado um dos principais laterais-esquerdo da história do Galo. E com justiça. Campeão da Copa do Brasil de 2014 e do Mineiro de 2015, disputou 102 partidas e marcou três gols com a camisa preta e branca. Além disso, acumulou, pelo Atlético, prêmios individuais, como a Bola de Prata da Revista Placar e o de melhor lateral-esquerdo do Troféu Craques do Brasileirão, ambos em 2015.

Arana também tenta construir uma trajetória marcante no clube. Vencedor do Estadual em 2020 e 2021, ambiciona, ao menos, uma grande conquista nesta temporada. Mas, antes de voltar ao Alvinegro, a missão é angariar o ouro olímpico com a Seleção, como Douglas o fez cinco anos atrás.

Escalação

Para este confronto, a formação titular da equipe de Jardine deve ser Santos; Daniel Alves, Diego Carlos, Nino e Guilherme Arana; Douglas Luiz, Bruno Guimarães e Claudinho; Richarlison, Matheus Cunha e Antony.

Os outros adversários do grupo são Arábia Saudita e Costa do Marfim.

Atlético

Arana vai em busca do ouro olímpico com a Seleção masculina de futebol