mais do que futebol

Atlético e Cruzeiro se posicionam no Dia Internacional da Luta Contra LGBTfobia

Da Redação
esportes@hojeemdia.com.br
17/05/2022 às 12:36.
Atualizado em 17/05/2022 às 12:50
 (Reprodução/Twitter Galo Na Veia e Cruzeiro)

(Reprodução/Twitter Galo Na Veia e Cruzeiro)

Nesta terça-feira (17) é comemorado o Dia Internacional da Luta contra a LGBTfobia e, se somando à causa, Atlético e Cruzeiro usaram as redes sociais para se posicionar. Os clubes relembraram o fato de o Brasil ser o país que mais mata LGBTQIA+ no mundo e cobraram uma mudança de posição da sociedade.

O Galo, por meio do perfil “Galo Na Veia”, escreveu: “o Dia Internacional Contra a LGBTQIA+fobia é um símbolo de resistência, luta e, principalmente, ter o direito de amar quem você quiser. Para que esses dados mudem, nós precisamos mudar como sociedade também. Ser LGBTQIA+fóbico não é sobre opinião. É sobre violência contra a liberdade de existir e é crime. Não há mais espaço para isso no mundo”.

O Cruzeiro, em um post feito em parceria com a página “Marias de Minas”, perfil que representa cruzeirenses pertencentes à comunidade LGBTQIA+, fez o chamado: “ou você luta contra, ou você é parte do problema”. 

“A região Sudeste é a 2ª região mais violenta com a população LGBTQIA+ no Brasil: apenas em 2021, foram 276 homicídios contra essa população! No Futebol, foram registrados 19 casos graves de LGBTfobia. Isso precisa acabar!”, escreveu a Raposa.

A data

O dia Internacional da luta contra a LGBTfobia é comemorado anualmente no dia 17 de maio. Nesta data, em 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) retirou o termo “homossexualidade” do Código Internacional de Doenças (CID). 

A data foi instituída para conscientizar e alertar a população sobre direitos da comunidade LGBTQIA+ e para dar visibilidade às questões pertencentes a ela.

Confira as postagens:

Leia mais:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por