O fato de o Cruzeiro ter tido uma semana de treinamentos antes de enfrentar o Avaí, neste sábado (17), fez com que a derrota por 3 a 0 para os catarinenses ganhasse um contorno ainda mais frustrante. Apesar do tempo maior de preparo, a atuação da Raposa deixou muito a desejar e o resultado deixa a equipe muito próxima do Z-4.  Após a partida, Denis Iwaumura, que comandou a equipe na beira do gramado, explicou as mudanças iniciais na escalação, que teve como surpresa as presenças de Ariel Cabral e Claudinho entre os 11 iniciais.

“Realmente, a gente estava pedindo essa semana de treinamentos, foi uma semana produtiva apesar do resultado.  As escolhas para o time inicial foram baseadas nos jogos que a gente já tinha feito e no desempenho durante a semana. O Mozart tem uma metodologia que deixa as disputas em aberto dentro do elenco, procurando dar oportunidades a todos os jogadores de acordo com o desempenho deles nos treinos e jogos. A gente tinha uma estratégia para esse jogo que, infelizmente, depois que a gente sofreu o primeiro gol, tivemos que alterar um pouco. Também tem um adversário do outro lado, que fez os ajustes de acordo com o nosso time e que fez os dois gols no segundo tempo em erros nossos”.

Outra situação questionada ao auxiliar foi em relação às trocas para o segundo tempo. O Cruzeiro terminou o jogo com uma equipe desconfigurada, com muitas improvisações e tendo em campo um zagueiro, um lateral e quatro atacantes. De acordo com Dênis, isso não foi treinado durante a semana, mas a decisão de promover as alterações fora do padrão se deu por uma questão de emergência.

“Especificamente essa situação, a gente não treinou.  Tem algumas circunstâncias do jogo que são situações de emergência essa foi uma que consideramos fazer algumas coisas fora do padrão que treinamos. Consideramos ser uma situação de emergência para a gente abrir mais o time, procurar ser mais ofensivos e ir para o tudo ou nada. Hoje não deu certo, em outras ocasiões deu certo.

Ao contrário do jogo contra o Avaí, o Cruzeiro não terá muito tempo para se preparar para a próxima partida. O time viaja neste domingo (18) para Belém, onde enfrenta o Remo, na terça-feira (20), às 19h, no Baenão.