Expulso na vitória do Atlético por 3 a 2 sobre o Sport, neste domingo (21), na Ilha do Retiro, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Jorge Sampaoli não pôde dar entrevista coletiva, após o duelo, conforme determina o regulamento da competição.

Com isso, o porta-voz da comissão técnica foi o auxiliar-técnico Jorge Désio, que destacou a postura da equipe diante do Leão.

"Foi um jogo e uma vitória importante, com muito esforço e os jogadores merecem nossos parabéns. Essa coisa de 'matar o jogo' não existe, é um ditado que não faz sentido. Se todos pudessem fazer isso, certamente aconteceria. Sofremos um gol de bola rolando e um de pênalti, somos uma equipe que faz muitos gols e precisamos nos defender em um espaço grande do campo, já que temos sempre essa proposta de jogar pra frente", disse Desio.

Objetivos

Com 65 pontos, momentaneamente na terceira colocação, o Atlético está perto de garantir uma vaga na fase grupos da próxima Copa Libertadores.

Caso o Fluminense, quinto colocado, com 60 pontos, não vença o Santos, neste domingo, às 18h15, na Vila Belmiro, os comandados do técnico Jorge Sampaoli conquistarão esse objetivo já nesta rodada.

Mesmo próximo de alcançar a meta, o auxiliar do Galo pregou cautela para o confronto com o Palmeiras, na próxima quinta, às 21h30, no Mineirão, que vai encerrar a participação do Alvinegro no Brasileirão.

"Precisamos estar muito concentrados, sempre miramos o alto da tabela, vencemos o Estadual e ficamos o tempo todo no G-4. Nossa vaga não está assegurada, mas estamos perto. Foi uma conquista graças ao trabalho e sacrifício do grupo, este objetivo está próximo", completou.