Apesar de participarem de brigas em partes opostas da tabela de classificação da Série A, um ponto que une Bahia e Atlético no confronto da próxima segunda-feira (19), às 20h, no Estádio do Pituaçu, em Salvador, pela 17ª rodada do Brasileirão, é a necessidade de vitória. Isso porque os baianos podem voltar à zona de rebaixamento neste sábado (17), e o Galo, que é líder, pode cair até para a terceira posição neste domingo (18). Quem somar os três pontos estará quebrando uma escrita de mais de 17 anos sem que um jogo entre os dois clubes, na capital baiana, tenha um vencedor.

Atlético Bahia Fonte Nova 2019 Brasileiro

No ano passado, Atlético e Bahia empataram por 1 a 1 na Fonte Nova, com Cazares marcando o gol alvinegro

O último Bahia x Atlético em Salvador a ter um time saindo de campo com os três pontos foi em 19 de abril de 2003, na primeira edição do Campeonato Brasileiro por pontos corridos. O Galo fez 4 a 2, na Fonte Nova, com gols de Guilherme (2), Alexandre e André Luís. Jair e Nonato descontaram para a equipe baiana, que foi rebaixada naquele ano e custou a voltar à Série A.

O retorno do tricolor baiano à elite só aconteceu em 2011, mas como nova passagem pela Série B em 2015 e 2016. Desde então, já são sete as partidas entre Bahia e Atlético em Salvador, pelo Brasileirão, nesta década, e ninguém venceu. Foram sete empates. Um deles, por 2 a 2, em 30 de julho de 2018, com enredo impressionante.

Ricardo Oliveira fez 2 a 1 para o Atlético aos 47 minutos do segundo tempo, mas o meia Régis, atualmente no Cruzeiro, decretou a igualdade aos 48.

Riscos

Com os mesmos 16 pontos do Coritiba, que abre a zona de rebaixamento por ser superado no saldo de gols (-5 a -7) e com um ponto a mais que o Athletico-PR, o Bahia pode ser superado pelos dois paranaenses na noite deste sábado, pois ambos entram em campo às 19h.

O Coxa recebe o Santos, no Couto Pereira, e com um empate deixa o Z-4, pelo menos provisoriamente. O Peixe, que perdeu a chance de entrar no G-4 na última rodada com a derrota de 1 a 0 para o Atlético-GO, dentro da Vila Belmiro, busca a reabilitação.

O Athletico-PR encara justamente o embalado Atlético-GO, no Estádio Olímpico, em Goiânia. O Dragão soma duas vitórias seguidas que o colocar na 9ª posição, com cinco pontos de vantagem em relação à zona de rebaixamento.

Dependendo do desempenho de Coritiba e Athletico-PR, o Bahia precisará diante do Galo o que conseguiu pela última vez em 13 de outubro de 2002, quando ganhou do Atlético, na Fonte Nova, por 5 a 3, de virada, em partida pela última edição do Campeonato Brasileiro antes dos pontos corridos.

 Galo

O Atlético pode ser ultrapassado neste domingo por Internacional e Flamengo, sendo que os dois, após enfrentarem Vasco e Corinthians, respectivamente, terão dois jogos a mais que o time de Jorge Sampaoli, que assim como eles soma 31 pontos.

O primeiro a entrar em campo será o rubro-negro carioca, que encara o Corinthians, às 16h, na Neo Química Arena, em São Paulo. A partir das 18h15, o Internacional encara o Vasco no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Se pelo menos um dos dois vencer, o Galo só volta à liderança se quebrar a escrita dos confrontos contra o Bahia, em Salvador, pelo Brasileirão, que não têm um vencedor desde 2003.

OS JOGOS ENTRE BAHIA E ATLÉTICO EM SALVADOR, NESTA DÉCADA

ARTE

CLIQUE PARA AMPLIAR