No mesmo dia que cancelou a apresentação do uniforme da seleção brasileira de futebol por conta do temor de protestos contra o governo no Rio, a Nike mostrou, em Nova York, a sua coleção olímpica para basquete e atletismo. Para o Brasil a novidade é que os uniformes são respectivamente amarelo e verde fluorescente.

Mauro Vinicius da Silva, o Duda, que não conseguiu índice para o Mundial de Atletismo que começa nesta quinta-feira (17) em Portland, também nos EUA, foi um dos modelos. Apareceu com um uniforme colocado ao corpo, majoritariamente verde musgo, mas com ombros em verde florescente, chamando bastante atenção. Keila Costa, qualificada no salto em distância e no salto triplo para o Rio-2016, mostrou a versão feminina.

No basquete os modelos foram Marcelinho Huertas e Clarissa, ambos da seleção. Ele mostrou o uniforme número 1 do Brasil, que é todo amarelo florescente, desde a meia até a camiseta. Ela desfilou com o uniforme reserva feminino, inteiro branco, mas com números florescentes. A vestimenta reserva masculina é num tom mais escuro de verde.

Também a roupa das seleções de basquete dos EUA e da China foram apresentados no evento, assim como das seleções de futebol do Brasil, do Chile e de Portugal.

Nos Jogos Olímpicos, cada federação nacional pode utilizar os materiais esportivos de sua fornecedora. No Brasil, a Nike tem basquete, futebol e atletismo. O vôlei veste Olympikus, a natação Speedo, o handebol Asics e a ginástica Adidas.