Ser campeão do Módulo II do Campeonato Mineiro não é mais mistério para Pedrinho, atacante do Guarani de Divinópolis. Além de ter dado a volta olímpica neste ano pelo Bugre, ele experimentou o gostinho também em 2017, quando defendia a Patrocinense. Na próxima temporada, porém, o desafio será repetir as boas atuações na elite do Estadual e ser novamente o “homem-gol” da equipe comandada pelo técnico Gian Rodrigues. 

Natural de Aracaju, onde deu os primeiros passos no mundo da bola, Pedrinho chegou a ser destaque na imprensa local e visto como uma das joias do Club Sportivo Sergipe, equipe a qual defendeu nas categorias de base de 2008 a 2012, quando se transferiu para o Internacional, de Porto Alegre. 

Apesar de sido campeão gaúcho sub-20, o atacante sergipano acabou não sendo utilizado na equipe principal do Colorado do Rio Grande do Sul. 

“Tudo começou na escolinha de futebol do Grêmio Sol Nascente. Em 2009 fui para o futebol de campo pelo Cotinguiba Futebol Clube, onde tive o convite para ir ao Porto de Caruaru, sendo aprovado, mas não fiquei por ser muito novo e sentir muita saudades da família”, conta Pedrinho ao Hoje em Dia. 

“Há todo momento meu pai sempre me apoiando, sendo chamado de louco por muitas pessoas da família, que não acreditavam no meu potencial. Somente ele acreditou junto comigo no sonho que sempre tive em ser um jogador profissional”, acrescenta o filho do Sr. Ivan Alves.

Vitrine 

Hoje, aos 24 anos e com uma boa rodagem pelo interior de Minas, Pedro Felipe Ferreira Santos tem a oportunidade de brilhar na Primeira Divisão e ser visto pelos gigantes do país. Por aqui, ele também vestiu as camisas do Boa Esporte, de Varginha, do CAP Uberlândia, da URT, de Patos de Minas, da Patrocinense, de Patrocínio, e do Pouso Alegre.

“Estou trabalhando forte para fazer uma grande temporada em 2019 e ser artilheiro do mineiro. Por que não né? Me esforço a cada dia para dá uma vida melhor para os filhos, aos meus pais, que estão passando por um momento difícil, e é por eles que luto todos os dias e não desisto”, finaliza o jogador.

O Guarani estreará no Mineiro no dia 19 de janeiro e receberá nada mais nada menos que o atual campeão estadual. O duelo contra o Cruzeiro será às 17h no Farião.

pedrinho