O Boa só dependia de suas próprias forças para conquistar o acesso, mas acabou ficando pelo meio do caminho com a derrota para o Icasa por 3 a 2, em partida realizada na tarde deste sábado (29) no Estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte (CE), pela última rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O Avaí, que bateu o Vasco, por 1 a 0, ficou com a última vaga no G4, com 62 pontos.

Com o acesso à Série A adiado, o Boa termina a competição na sexta posição com 59 pontos. O Icasa, por sua vez, já estava rebaixado e apenas cumpriu tabela com um time misto, porém, guerreiro e motivado com prêmio extra, a famosa mala branca. Vários de seus titulares haviam sido dispensados durante a semana. No fim, ficou na 18.ª posição com 43 pontos.

O jogo foi aberto com boas oportunidades de gols. Mesmo com o rebaixamento confirmado, o clube mandante chegou a abrir o marcador aos cinco minutos, mas o gol foi anulado. Núbio Flávio foi lançado. O atacante rolou para Júnior, que só tocou para o fundo das redes. O árbitro, porém, marcou posição irregular do camisa 7.

Sem pressão, o Icasa foi melhor na primeira etapa e poderia ter saído com a vitória, aos 42 minutos, quando Lucas Gomes arriscou de fora da área e mandou perto do gol de João Carlos.

A segunda etapa começou ainda mais movimentada. O Boa demorou 13 minutos para abrir o placar. Marinho Donizete fez boa jogada pela esquerda e rolou para Tomas mandar para o fundo das redes. O empate, porém, aconteceu um minuto depois. Lucas Gomes fez fila na defesa adversária e chutou de chapa para deixar tudo igual.

O Icasa se empolgou com o gol e foi para cima do Boa. Aos 18 minutos, Núbio Flávio tocou para Júnior Barros. O atacante dominou, cortou o zagueiro e chutou, sem chances para João Carlos. O jogo acabou ficando ainda pior para o clube mineiro. Aos 28, Guídio, que acabara de entrar, aproveitou a sobra de João Carlos e mandou para as redes.

Antes do apito final, o Boa ainda diminuiu. Aos 41 minutos, Tomas, em cobrança de pênalti, fez o segundo, mas já era tarde para uma possível reação. Com isso, o clube mineiro acabou ficando pelo meio do caminho.


FICHA TÉCNICA

ICASA 3 X 2 BOA ESPORTE

ICASA - Busatto; Pedro Lucas, Rodrigo Vitor (Guídio) e Charles; Ivonaldo, Mauri, Luiz Fernando (Felipe Lima), Lucas Gomes (Roger) e Fábio Lima; Núbio Flávio e Júnior. Técnico: Vladimir de Jesus.

BOA - João Carlos; Tinga (Romão), Thiago Carvalho, Lula e Marinho Donizete; Vinícius Hess, Wellington, William Magrão, Tomas e Clébson (Morato); Fernando Karanga. Técnico: Nedo Xavier.

GOLS - Tomas, aos 13 e aos 41, Lucas Gomes, aos 14, Junior, aos 18, e Guidio, aos 28 minutos do segundo tempo.
ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (RS).
CARTÕES AMARELOS - Júnior (Icasa); Wellington e Morato (Boa).
RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.
LOCAL - Estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte (CE).