Depois de mais de um mês "calado", o Bom Senso FC voltou a soltar nota oficial nesta quinta-feira, para se posicionar com relação à polêmica envolvendo Federação de Futebol do Estado do Rio (Ferj), Flamengo e Fluminense. O movimento de jogadores profissionais apoia as diretorias rubro-negra e tricolor e deixa claro ser contra não apenas à Ferj como à posição do presidente do Vasco, Eurico Miranda.

"Diante dos episódios recentes do Campeonato Carioca que dominaram os debates do mundo do futebol, o Bom Senso manifesta sua solidariedade ao Flamengo e ao Fluminense. As arbitrariedades cometidas não são condizentes com o papel que as federações deveriam cumprir", aponta o Bom Senso, no início do comunicado.

 

 

Diante dos episódios recentes do Campeonato Carioca que dominaram os debates do mundo do futebol, o Bom Senso F.C....

Posted by Bom Senso F.C. on Quinta, 9 de abril de 2015


Os jogadores lembram que não são contra as federações que "teoricamente" têm papel fundamental para o futebol brasileiro. O Bom Senso, entretanto, argumenta que os Estaduais não cumprem função social e ressalta que o grupo não concorda com o modelo com 19 datas. "Esse período representa 25% do ano e gera apenas entre 6 e 15% da arrecadação dos grandes times."

No texto, o Bom Senso deixa claro que discorda do papel que as federações estaduais (e não apenas do Rio) têm exercido no futebol brasileiro. "O objetivo de todas as entidades de administração do futebol brasileiro - além das dimensões sociais e educacionais - deve ser melhorar a visibilidade e competitividade do futebol que administram. Infelizmente, em todas esses aspectos as Federações estaduais fracassaram."