Quinto colocado no levantamento de peso nos Jogos Olímpicos do Rio, Fernando Reis não foi convocado para o Campeonato Pan-Americano da modalidade, em julho, em Miami. Como o torneio continental será a única seletiva para o Mundial, em novembro, também nos Estados Unidos, o bicampeão dos Jogos Pan-Americanos está fora das principais competições do ano.

Crítico da Confederação Brasileira de Levantamento de Pesos (CBLP), Fernando fala em represália decorrente de uma briga política. "Essa ação foi feita em retaliação. A gente não é conivente com as improbidades administrativas dentro da Confederação." Quando fala no plural, ele se refere também à Federação Paulista de Levantamento de Peso, encabeçada por seu pai, Horácio Reis.

Enrique Montero, presidente da CBLP, defende a transparência, alegando que todos tinham conhecimento de que seria preciso obter o índice no Campeonato Brasileiro, e diz que o atleta estava inscrito, mas não competiu por opção.

Principal atleta do levantamento de peso do Brasil, Fernando Reis vive nos Estados Unidos desde janeiro. Divide seu tempo entre os treinos e o projeto pessoal de abrir um espaço dedicado ao esporte na academia de um amigo, a Ferrino Sports Fitness Club, em Miami, que deve ser inaugurado em breve.

Fernando recorreu à Justiça e ainda tem esperança de participar das competições. "Vamos ver se a gente consegue reverter essa situação. Se não der certo, eu não sou o único prejudicado nessa história. É o Brasil que não vai ter resultados tão expressivos", lamentou.