O goleiro Bruno Fernandes está de volta ao futebol. O jogador assinou contrato nesta tarde com o Boa Esporte Clube, time do Sul de Minas, atualmente está na série B do Campeonato Brasileiro. Bruno, que cumpria pena de 22 anos e três meses pela morte e ocultação de cadáver da ex-amante Eliza Samúdio, foi solto há duas semanas após habeas corpus concedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF)

Conforme o Hoje em Dia antecipou com exclusividade no dia da soltura do jogador, o time de Varginha era um dos interessados na contratação do então ex-atleta. Nesta sexta-feira (10), Bruno e o advogado Lúcio Adolfo estão na cidade em conversa com a diretoria do clube.

O goleiro foi visto almoçando em um restaurante da cidade na companhia do advogado e de dirigentes do clube. Na saída do restaurante, Bruno disse à imprensa que estava visitando as instalações do clube. "Me agrada muito, é um time que está cada vez mais em alta, surpreendendo outros clubes. Tenho amigos aqui que me falam muito bem", disse o goleiro.

 A reportagem tentou contato com o Boa Esporte, mas ninguém atendeu às ligações. Segundo pessoas ligadas à diretoria do clube do Sul de Minas, quem está tratando do futuro de Bruno como jogador vê na equipe o cenário ideal para sua volta aos gramados. Diante da repercussão negativa em outros times onde ele foi especulado, com torcedores se mobilizando em abaixo-assinados para impedir a contratação do goleiro, o Boa é visto como uma melhor opção, por ter sido fundado em Ituiutaba e ter se transferido recentemente para Varginha. Além disso, disputará a partir de maio a Série B do Campeonato Brasileiro, que será uma vitrine para Bruno mostrar se está próximo do grande goleiro que já foi.

Leia mais:
'Bruno jamais será o mesmo goleiro', afirma ex-preparador físico de Cruzeiro e Atlético
Boa Esporte procura advogado de Bruno e quer goleiro 'já para amanhã'