O atacante Bruno Henrique espera ajudar o Santos a garantir a classificação na Copa do Brasil e ao mesmo tempo encerrar o jejum de dois meses sem marcar. O time alvinegro enfrenta o Cruzeiro nesta quarta-feira, às 19h30, em Belo Horizonte, no jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil.

"Depois da lesão, marquei somente contra o Fluminense (1 a 0, em 13 de junho, pelo Campeonato Brasileiro). Marcar de novo é importante para todo atacante. Vou procurar aparecer na hora certa, tentar buscar o jogo e fazer o que professor Cuca me pedir. Mas, independentemente de quem fizer os gols, o importante é a vitória", afirmou o atacante.

Curiosamente, o último gol de Bruno Henrique coincide com a última vitória do Santos na atual temporada. Desde então, a equipe alvinegra disputou dez partidas, incluindo dois amistosos no México, com um total de quatro derrotas e seis empates. Para o duelo desta quarta-feira, Cuca não poderá contar com o costa-riquenho Bryan Ruiz e o atacante paraguaio Derlis González, que não estão inscritos na Copa do Brasil. O volante uruguaio Carlos Sánchez se recupera de dores musculares e é dúvida.

Bruno Henrique também elogiou o planejamento da comissão técnica do Santos, que optou por manter a delegação em Belo Horizonte entre os dois duelos contra clubes mineiros em competições diferentes. Antes da partida contra o Cruzeiro, o time alvinegro perdeu para o Atlético Mineiro por 3 a 1 no estádio Independência pela 18ª rodada do Brasileiro.

"Esse planejamento dá um descanso a mais. A gente veio de uma viagem longa do jogo contra o Ceará (última quarta-feira). Essa opção da comissão técnica de permanecer desde o jogo contra o Atlético foi importante para nos recuperarmos", disse.

O Santos perdeu o jogo de ida contra o Cruzeiro por 1 a 0 na Vila Belmiro e precisa de uma vitória por dois gols de diferença para avançar direto ou de um triunfo por um gol para levar a decisão aos pênaltis.