Em busca da recuperação no Campeonato Brasileiro da Série B, onde ainda não pontuou após duas rodadas, o América tem uma semana agitada antes do duelo com o Criciúma, no sábado (11), às 11h, no estádio Heriberto Hülse, em Santa Catarina, pela terceira rodada do torneio.

Pressionada pelo início ruim na competição, a diretoria do Coelho tem uma série de pendências para resolver, tanto dentro, quanto fora de campo.

A primeira, e mais urgente, é a definição de quem será o substituto do técnico Givanildo Oliveira, demitido na semana passada.

 O favorito para assumir o cargo é Maurício Barbieri, que comandou o Flamengo em 2018, e estava à frente do Goiás até o dia 21 de abril, quando foi demitido após a perda do título Estadual para o Atlético-GO.

 Apesar de o clube não confirmar as tratativas, a reportagem apurou que o nome de Barbieri, que tem apenas 37 anos, agrada a cúpula americana, e que a expectativa é de que as partes se acertem até esta terça-feira.

Saída do capitão

Além de Givanildo, o América está perto de liberar outra liderança do elenco. O zagueiro Diego Jussani, capitão do time na temporada, manifestou o desejo de deixar o Coelho, e teve a solicitação atendida pela diretoria. O destino de Jussani deverá ser o Vila Nova-GO, rival da equipe alviverde na Série B.

O que chama atenção na saída do defensor são os números acumulados por ele na temporada. Além da ostentar a braçadeira de capitão, o zagueiro participou de 17 dos 18 jogos do time na temporada. O mau desempenho nas rodadas iniciais do Brasileiro certamente pesou na decisão.

Busca por reforços

Para suprir a saída de Diego Jussani, a diretoria do América trabalha em duas frentes. A primeira delas leva a um velho conhecido da torcida americana.

O zagueiro Ricardo Silva, que atuou pelo clube no ano passado, está acertando seu retorno ao Coelho. Vinculado ao Ituano-SP, o defensor chegaria por empréstimo até o final da temporada.

Quem também pode surgir no Coelho é o zagueiro Zé Ivaldo, que vem recebendo poucas oportunidades no Athletico-PR. A diretoria americana também tenta convencer a diretoria do time paranaense a ceder o jogador até dezembro.

As informações sobre as negociações com Ricardo Silva e Zé Ivaldo foram veiculadas inicialmente pela Rádio Itatiaia e confirmadas pelo Hoje em Dia.