A vitória por 1 a 0 sobre a Ponte Preta, na Arena do Jacaré, foi especial para Cáceres, por ter sido a primeira partida em que o lateral-direito defendeu o Cruzeiro em um estádio com a presença da torcida celeste. 

"Torcida maravilhosa, apoiou o jogo todo. No momento em que a gente ficou um pouco atrás, por cansaço, para segurar o resultado, a torcida esteve com a gente, jogou com a gente. É muito importante para continuarmos a caminhada e chegarmos ao objetivo (do acesso) no fim do ano”, declarou o paraguaio à TV Cruzeiro.

Cáceres estreou pelo Cruzeiro em 26 de julho de 2020, nos 3 a 0 sobre a URT, no primeiro duelo da equipe após uma paralisação do calendário nacional em função da pandemia da Covid-19. Daquele confronto em diante, apenas em duas oportunidades o torcedor celeste esteve presente em um estádio.

Cruzeiro

No 1 a 0 em cima do Confiança, no dia 20 de agosto deste ano, no retorno da China Azul ao Mineirão, Cáceres ficou fora, por conta de lesão. Já nesse sábado, pôde atuar diante da torcida.

Feliz com o resultado alcançado por sua equipe, espera que a Raposa evolua cada vez mais e possa presentear os torcedores com o acesso. "Uma final (contra a Ponte Preta). Agora é pensar no Operário-PR, que é mais uma final em casa com a torcida. Vamos entrar na briga para subir", disse.

O jogo diante dos paranaenses será na quinta-feira (16), às 19h, novamente na Arena do Jacaré, pela 24ª rodada da Série B do Brasileiro.

Leia mais:
Luxa diz que PBH quis privilegiar o Atlético e admite que Cruzeiro pode permanecer em Sete Lagoas
Invicto, Luxemburgo põe fé no acesso e dá o tom: 'não quero um time técnico, mas guerreiro'
Com a vitória sobre a Ponte Preta, Cruzeiro chega ao décimo jogo seguido sem derrota na Série B