Um grupo de conselheiros do Corinthians está tentando aprovar em assembleia a construção de uma estátua para o goleiro Cássio, que se tornou o jogador com mais títulos da história do clube, após erguer a taça de tricampeão do Campeonato Paulista no último domingo (21) - são nove no total.

O jogador comentou essa iniciativa após a classificação da equipe sobre a Chapecoense na Copa do Brasil. "Muito feliz pelo respeito das pessoas do Corinthians, dos envolvidos, me sinto um privilegiado. Se acontecer, vou ficar muito feliz. Mas sou um privilegiado por ser lembrado", comentou.

Na vitória por 2 a 0 sobre a Chapecoense, no entanto, ele pouco teve de trabalhar. Com uma boa atuação, o Corinthians garantiu a classificação para as oitavas de final do torneio sem grandes sustos.

"A gente tenta jogar sempre da mesma maneira. Às vezes jogamos aqui, ninguém vai se atirar aqui contra o Corinthians. Vai ser das equipes se defenderem, vir jogar por uma bola, raro alguém atacar a gente aqui, temos que estar organizados", disse.

"A Chape não ficou tão atrás, mas não teve tantas chances de gol. Na final do Paulistão a gente fez isso, contra Santos também, mostrar que a gente veio para ganhar e que é dono da casa. Hoje (quarta-feira) sofremos poucos perigos, mais próximos do terceiro que de levar um. A gente vai ganhando confiança, sabíamos que seria difícil no começo do ano pelas mudanças. Estamos satisfeitos", complementou.

O elenco do Corinthians ganhou folga nesta quinta-feira (25), e retoma as atividades nesta sexta de olho na estreia do Campeonato Brasileiro. No domingo, enfrentará o Bahia, fora de casa, na Arena Fonte Nova, em Salvador.