O Cruzeiro sabia que a missão em Alagoas para avançar na Copa do Brasil não seria nada fácil. Infelizmente, o empate por 1 a 1 com o CRB não foi suficiente para que a Raposa, hexa campeã do torneio nacional, seguisse em busca de mais um caneco.

Derrotado em casa por 2 a 0, no jogo de ida, antes do início da pandemia, o time celeste lutou e, saindo na frente dos donos da casa com o lateral-esquerdo Giovanni, acabou sendo o empate com o grande vilão: o atacante Léo Gamalho, autor dois dois tentos em BH, voltou a marcar nesta quarta-feira (26).

"A gente se dedicou, correu atrás e tentou até o primeiro gol, mas, infelizmente, tivemos um pênalti que não foi marcado e isso influenciou no placar. Desde o primeiro jogo a gente tentou, batalhou, mas não deu. Temos que valorizar o nosso sacrifício. O primeiro jogo é que garantiu a classificação (do CRB) e temos que parabenizar os meninos (jovens da Raposa) por hoje", comentou o volante argentino Ariel Cabral.

Leia mais:
Cruzeiro empata com o CRB, está fora da Copa do Brasil e acumula maior jejum sem vitória no torneio

Fora da Copa do Brasil, o Cruzeiro agora se concentra no principal objetivo na temporada, que é retornar à elite do Brasileirão. No próximo sábado (29), a equipe volta a campo e encara o América, no primeiro clássico mineiro da Série B. O duelo será disputado no Mineirão e os comandados de Enderson Moreira serão os mandantes.