Uma audiência envolvendo o Cruzeiro e o zagueiro Cacá, nesta terça-feira (27), na 1ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte, terminou sem acordo entre as partes. Um novo encontro está marcado para o dia 25 de maio.

O defensor, formado nas categorias de base da Raposa e atualmente no Tokushima, do Japão, acionou os celestes na Justiça, exigindo o pagamento de R$ 594.347,69, após acordos não cumpridos pelo clube, segundo o jogador.

O atleta afirma que não houve acerto de salários de dezembro de 2020 e janeiro de 2021, FGTS, rescisão contratual e valores relativos à venda ao time japonês.

O Cruzeiro contesta. De acordo com a Raposa, foi selado um acordo com o zagueiro, incluindo o pagamento de R$ 251.443,04.

Cacá atuou na equipe profissional do Cruzeiro de 2018 ao início de 2021. Foram 56 partidas disputadas, três gols marcados e a conquista dos títulos do Mineiro de 2018 e 2019 e da Copa do Brasil de 2018.

Cruzeiro