O atacante Jonathan Calleri rebateu nesta terça-feira (8) as críticas que o elenco do São Paulo vem recebendo quanto ao comprometimento dentro de campo. Às vésperas da importante partida contra o River Plate, o ex-jogador do Boca Juniors garantiu que o time "deixa o coração no campo" em cada partida.

"Falo por mim, penso que posso jogar bem ou mal, mas o coração eu sempre deixo no campo. E todos no São Paulo, tenho certeza, entram com tudo para vencer", declarou um dos principais reforços do time para 2016.

"Atitude a gente sempre tem. Nesse momento a equipe está num período de transição, penso que jogamos duas ou três partidas num nível abaixo do que podemos, mas queremos ir à Argentina mudar isso", minimizou. "Sabemos que estamos um pouco em débito, mas esperamos que essa partida seja o pontapé inicial pra um momento melhor na temporada."

Titular no jogo desta quinta, Calleri será um dos trunfos do técnico Edgardo Bauza por conhecer como poucos o River Plate. "O [zagueiro] Maidana se machucou, na minha opinião é um dos melhores jogadores deles. Além disso eles também tiveram a saída de vários atletas nessa temporada", disse o atacante, mostrando conhecer bem o elenco do River.

Calleri admite que a tarefa de vencer o River não é das mais fáceis, principalmente jogando no Monumental de Núñez. "É difícil, mas não impossível. Trataremos de ganhar, é o que queremos", afirmou.