Campeão da Davis em 2006 e vencedor do ATP Final de 2009, o russo Nikolay Davydenko anunciou nesta quinta-feira, em Moscou, a sua aposentadoria do tênis. Aos 33 anos, ele já não vinha conseguindo bons resultados e ocupava o 244.º lugar do ranking mundial da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais).

"Tomei a decisão de parar em junho, depois do Roland Garros, quando senti que não podia mais chegar aos resultados que quero. Lamentavelmente, nos últimos anos sofri muitas lesões, que ainda seguem me incomodando", disse o russo, nesta quinta-feira, em entrevista coletiva.

De acordo com Davydenko, ele só estava aguardando o momento certo para fazer o anúncio, o que acontece agora que a Rússia recebe a Kremlim Cup. Sua última partida oficial foi em 26 de maio, quando perdeu na terceira rodada de Roland Garros para o holandês Robin Haase.

Davydenko encerra a carreira com 21 títulos no currículo e apenas sete finais perdidas. Apesar do título do ATP Finals, ele nunca jogou uma decisão de Grand Slam. Fez quatro semifinais: Roland Garros em 2005 e 2007 e US Open em 2006 e 2007.