O Atlético foi campeão mineiro sub-15 invicto neste final de semana. A conquista do título ficou marcada pelas quatro vitórias seguidas em clássicos nas etapas decisivas, com oito gols feitos e apenas dois sofridos. Nas semifinais, o Galo eliminou o América (2 a 1 e 2 a 0) e nas finais, superou o Cruzeiro, repetindo os placares da fase anterior.

Dos 20 jogos da campanha, 12 foram sob o comando do técnico Filipe Mattos, de 31 anos, que chegou ao clube no final de julho. Foram 11 vitórias e um empate (aproveitamento de 94,5%), 29 gols marcados e sete sofridos. 

"Muito feliz pela conquista, é o resultado da dedicação de todos no Atlético, direção, comissão técnica, atletas, funcionários. Já havia um trabalho sólido quando cheguei e conseguimos dar sequência", conta o comandante ao Hoje em Dia

"Fico extremamente gratificado ao ver que a metodologia de trabalho que aplicamos no dia a dia vai para o jogo e traz resultados, principalmente no desenvolvimento dos atletas. Formar vencendo é muito importante", acrescenta Mattos que, em 2018, foi campeão catarinense sub-17 pelo Tubarão, superando os tradicionais clubes do Estado, como Chapecoense, Avaí e Figueirense.

Em 2019, entre Tubarão e Atlético, Filipe Mattos comandou 21 jogos, com aproveitamento de 88,8%: 18 vitórias, dois empates e apenas uma derrota, 58 gols marcados e 16 sofridos.

filipe mattos