A 31ª rodada da Série A se transformou num verdadeiro “Campeonato do G-6”, pois os integrantes do grupo que briga pela taça e por vaga na fase de grupos da Libertadores 2021 se enfrentarão. E a análise apenas dos jogos em que os seis primeiros colocados do Brasileirão foram adversários, mostra que o São Paulo é o mais eficiente nos confrontos diretos da ponta da tabela, e que o Atlético precisará mudar seu desempenho fora de casa para buscar três pontos fundamentais diante do Grêmio, às 19h15, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

O time de Jorge Sampaoli já enfrentou os outros quatro concorrentes diretos ao título como visitante. E teve um grande início, pois na estreia na Série A venceu o Flamengo por 1 a 0, no Maracanã. Mas nos últimos três jogos longe de casa, só derrotas e nenhum gol marcado. Perdeu de 1 a 0 para o Internacional, em Porto Alegre, e sofreu goleadas de 3 a 0 para Palmeiras e São Paulo, na capital paulista.

Atlético São Paulo 2020 Brasileirão Guilherme Arana Gabriel SaraAtlético e São Paulo se destacam no 'Campeonato do G-6', que é a disputa entre os primeiros colocados da Série A do Campeonato Brasileiro

Assim como acontece na classificação geral, no “Campeonato do G-6” também é o rendimento no Mineirão que segura o Galo. No Gigante da Pampulha, são quatro partidas, com três vitórias tranquilas, pois goleou São Paulo (3 a 0) e Flamengo (4 a 0), e venceu o Grêmio (3 a 1). O único “tropeço” foi diante do Internacional (2 a 2).

Um ponto favorável ao Atlético é ser o integrante do G-6 com menos confrontos diretos até o final do Brasileirão. Após a partida contra o Grêmio, ficará faltando enfrentar apenas o Palmeiras, na última rodada, em 25 de fevereiro, no Mineirão.

São Paulo, Grêmio e Flamengo têm mais três confrontos diretos após o que já farão nesta 31ª rodada. Para Internacional e Palmeiras, restarão mais dois.

Análise

Apesar de ser o clube com mais pontos na classificação do “Campeonato do G-6”, o Atlético tem aproveitamento inferior ao do São Paulo, que nesta quarta-feira recebe o Internacional, às 21h30, no Morumbi. O tricolor paulista perdeu sete pontos nos 18 disputados contra clubes do G-6. A perda atleticana foi de 11 em 24.

O Colorado defende sua invencibilidade diante dos concorrentes pelo título, embora o desempenho não seja bom. Em sete jogos foram cinco empates e apenas duas vitórias, o que lhe dá os mesmos 11 pontos do São Paulo, mas um aproveitamento inferior.

Se o Inter não perdeu para ninguém, o Grêmio, adversário atleticano, ainda não venceu um integrante do G-6 nesta Série A. São cinco empates, sendo dois como mandante, e uma derrota, para o Galo, por 3 a 1, no Mineirão, no turno.

O Flamengo, que assim como o tricolor gaúcho não venceu ninguém da ponta da tabela, é o pior time no “Campeonato do G-6”. São três empates e três derrotas. Apenas três pontos foram conquistados em 18.

arteCLIQUE PARA AMPLIAR

Nesta quinta-feira, tenta acabar com a escrita diante do Palmeiras, às 19h, no Mané Garrincha, em Brasília.

No Maracanã, que já está cedido para a final da Libertadores 2020, em três partidas, além da derrota para o Atlético, na primeira rodada, o Flamengo foi goleado pelo São Paulo (4 a 1) no encerramento do turno. A única igualdade (1 a 1) foi com o Grêmio. Fora de casa, o rubro-negro carioca só perdeu para o Galo, e empatou com Palmeiras e Internacional.