A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) precisou vir a público e divulgar nota para desfazer equívoco cometido pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), a respeito do início das Séries A e B do Campeonato Brasileiro para os clubes do estado. Na entrevista coletiva em que atualiza os números e ações de combate à pandemia de Covid-19, Doria demonstrou preocupação com a previsão de jogos dos times paulistas já a partir de 8 e 9 de agosto, diante das restrições ainda aplicadas em vários municípios.

No texto, a CBF lembra que, reunidos de forma remota, os 40 clubes das duas principais divisões aceitaram a possibilidade de transferência de mando de suas partidas caso persistam proibições nas respectivas cidades. Posição reafirmada pelos clubes paulistas nessa segunda-feira, em seguida à fala do governador.