Em fase complicada no Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro encerrou a preparação na manhã desta terça-feira (1) para a partida contra a Ponte Preta nesta quarta-feira, às 19h30, no Moisés Lucarelli, em Campinas, cercado de mistérios.

Responsável em comandar a equipe na partida, Deivid, que era o auxiliar do técnico Vanderlei Luxemburgo, escondeu o jogo e não quis revelar a equipe que entrará em campo. Quando a imprensa teve acesso à Toca da Raposa, os jogadores realizavam apenas uma atividade recreativa.

Para o jogo, Deivid não poderá contar com o lateral-esquerdo Fabrício e o atacante Marinho, suspensos. Além deles, também estão de fora o chileno Mena e o uruguaio Arrascaeta, em serviço com as seleções do Chile e Uruguai, respectivamente, além de Alisson, com a Seleção Olímpica.

“O Cruzeiro é um time grande, com jogadores acostumados a ganhar, então temos que ter personalidade nesse momento”, disse Deivid.

O Cruzeiro não vence no Brasileirão há quatro rodadas. O time ocupa a 16ª colocação da competição com 22 pontos, mesmo número de Goiás e Coritiba, que estão na zona de rebaixamento. O time celeste, no entanto, leva vantagem no critério de desempate.

A delegação embarca para Campinas nesta terça-feira (1º), às 17h55.