O Chelsea apresentou uma queixa por "linguagem inapropriada" (racista) contra o árbitro Mark Clattenburg, que apitou a partida em que a equipe londrina foi derrotada no domingo por 3 a 2 pelo Manchester United em Stamford Bridge.

Clattenburg virou o protagonista do jogo mais importante da rodada da Premier League ao expulsar o sérvio Branislav Ivanovic e o espanhol Fernando Torres (com um segundo cartão amarelo muito rigoroso por uma suposta simulação de falta) e ao validar o gol da vitória do United, marcado pelo mexicano Javier Hernández em impedimento.

O Chelsea acusa o árbitro de ter proferido comentários racistas contra dois de seus jogadores.

"Apresentamos uma queixa ao delegado da partida da Premier League por uso de linguagem inapropriada pelo árbitro com dois de nossos jogadores jugadores em dois incidentes diferentes na partida", afirmou um porta-voz do clube londrino.

O Daily Telegraph afirma que um dos jogadores supostamente ofendidos pelo árbitro foi o nigeriano John Obi Mikel, que acusa Clattenburg de ter feito comentários de natureza racista.