O Chelsea desbancou o Manchester United nesta quinta-feira (20) ao anunciar a contratação do atacante Pedro, do Barcelona. O jogador de 28 anos era cotado para defender o rival desde o início da janela de transferências, mas acabou aceitando a proposta do time comandado por José Mourinho.

O Chelsea desembolsou 30 milhões de euros (cerca de R$ 115 milhões) pelo reforço, com um possível pagamento extra de 3 milhões de euros a depender da performance do atleta. "Estou muito feliz por estar aqui. Estou ansioso para começar minha aventura no Chelsea", afirmou Pedro, que já acumula 20 troféus no currículo, entre eles três taças da Liga dos Campeões.

Promovido ao time principal do Barcelona em 2008, Pedro participou de todas as conquistas recentes da equipe espanhola. Além dos troféus europeus, o atacante faturou cinco títulos espanhóis e dois Mundiais de Clubes da Fifa. "Estou aqui [no Chelsea] para continuar ganhando títulos", declarou o atacante, que chegou à base do Barcelona em 2004.

Após chegar ao time principal, Pedro se tornou reserva de titulares como e Cesc Fàbregas, seu futuro companheiro no Chelsea. Com a negociação do segundo, outra cria da base catalã, Pedro poderia enfim ganhar sua aguardada chance na equipe. Mas o Barcelona contratou, então, Neymar, que conquistou comissão técnica e torcida e voltou a relegar Pedro ao banco de reservas.

Insatisfeito, o atacante começou a se tornar alvo de rumores em outros grandes clubes da Europa. A "novela" foi encerrada somente nesta quinta. "O Barcelona gostaria de expressar publicamente o agradecimento a Pedro Rodríguez por seu profissionalismo e dedicação em todas as temporadas em que defendeu o clube. Desejamos o melhor em seu futuro", declarou o Barcelona, em nota.

A contratação de Pedro pelo Chelsea volta a frustrar o Manchester United. Poucas horas antes do anúncio, o Manchester levou o seu primeiro "chapéu" do dia ao ser anunciada a transferência do zagueiro Nicolas Otamendi do Valencia para o Manchester City. O acerto do argentino com o United era dado como certo desde a abertura da janela de transferências.

No Chelsea, Pedro dará ainda mais força ao recém-reforçado ataque londrino. Antes de contratar Pedro, o time de José Mourinho anunciou o colombiano Falcao Garcia. Os dois reforços terão a concorrência de Diego Costa na equipe inglesa. A chegada de Pedro e Falcao compensa a saída de Didier Drogba para o Montreal Impact, do Canadá.