No mundo do futebol existe a máxima de que o clássico é um campeonato à parte. O que Cruzeiro e Atlético disputam neste domingo, às 16h, no Mineirão, pela 32ª rodada da Série A, é muito mais do que isso. A partida é decisiva para os dois clubes e os três pontos são fundamentais, mesmo que ambos busquem a vitória pensando em partes distintas da classificação.

Na 16ª colocação, apenas um ponto à frente do Botafogo, que abre a zona de rebaixamento, o Cruzeiro corre sério risco de voltar ao Z-4 caso não vença o maior rival.

a

Isso porque a 32ª rodada do Brasileirão será fechada na próxima segunda-feira com o Botafogo recebendo o lanterna Avaí, às 20h, no Engenhão, no Rio de Janeiro.

Se a Raposa não conquistar os três pontos no domingo, pode ser ultrapassada pelos cariocas.

Aí, passaria a depender de uma derrota do Fluminense para o Internacional, também no próximo domingo, às 16h, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Hoje, celestes e tricolores têm os mesmos 34 pontos, mas os mineiros são superados no número de vitórias (9 a 7).

Se vencer o Atlético, o time de Abel Braga pode ganhar até duas posições. Ultrapassa o Fluminense, caso ele não ganhe do Colorado, e também o perdedor do clássico cearense, entre Fortaleza e Ceará, às 19h deste domingo, no Castelão.

Ambos têm dois pontos a mais que a Raposa na classificação do Brasileiro.

LIBERTADORES

A vitória por 2 a 0 sobre o Goiás na última quarta-feira, no Mineirão, somada a resultados favoráveis na 31ª rodada, deram ao Galo o direito de voltar a sonhar com uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem.

É claro que isso ficará muito mais fácil se o Flamengo, líder isolado da Série A, conquistar o título da principal competição de clubes da América no próximo dia 23, diante do River Plate, da Argentina, em partida que foi transferida para Lima, no Peru.

Assim, o Brasileirão provavelmente passaria a ter um G-8 e a equipe de Vagner Mancini está a sete pontos dele, faltando ainda 21 para serem disputados.

A tarefa é complicada, pois o Atlético caiu demais de produção desde a reta final do turno, mas se vencer o clássico deste domingo, e mais uma vez contar com tropeços dos seus principais concorrentes diretos, o Galo pode sim voltar à briga por uma vaga na Copa Libertadores de 2020.

Claro que seria, assim como nesta temporada, para participar da segunda e terceira fases do torneio, brigando em dois mata-matas por uma vaga na fase de grupos.

Nesta 32ª rodada, o time de Mancini pode ganhar uma posição. E entrará em campo sabendo se isso será possível, pois dependerá de derrota do Goiás para o terceiro colocado Santos, neste sábado, às 17h, no Serra Dourada, em Goiânia.

Apesar de ser numa competição por pontos corridos, o clássico deste domingo é uma decisão para Cruzeiro e Atlético.