clarinha

A relação entre Atlético e Cruzeiro, que viveu momentos lamentáveis num passado recente, tem neste sábado (20) uma mudança radical e histórica. Sensibilizados pela história da menina Ana Clara Ornelas Gusmãos, a Clarinha, os presidentes dos dois clubes interagiram pelo Twitter numa ação para ajudar a mineira de Comercinho, cidade que fica no Vale do Jequitinhonha.

A menina de 10 anos é portadora de uma doença rara, a Síndrome de Hutchinson-Gilford, conhecida popularmente conhecida por Progéria, que acelera o processo de envelhecimento em cerca de sete vezes. Por isso, precisa de adaptar a sua casa. 

Em suas redes sociais, o Cruzeiro lançou uma campanha de arrecadação. E quem doar o maior valor até a próxima quinta-feira (25) às 17h, receberá duas camisas oficiais do clube, uma assinada por Dirceu Lopes, outra pelo goleiro Fábio, e ainda participará de um café da manhã na sede celeste, no Barro Preto, com o presidente Sérgio Santos Rodrigues.

Mas a ajuda à pequena Clarinha não será apenas por parte do Cruzeiro. “Cutucado” no Twitter pelo xará cruzeirense, Sérgio Sette Câmara, presidente do Atlético, entrou na campanha.

“Pessoal, vamos ajudar a Clarinha a adaptar a sua casa às suas necessidades?”, tuitou Santos Rodrigues, com um convite logo abaixo: “Que tal entrar nessa também @camara_sette?”.

Poucos minutos depois da postagem do mandatário cruzeirense, a resposta atleticana pelo Twitter: "Fazer o bem sempre! Não tem rivalidade para solidariedade. O Atlético vai participar, @SergioSROficial. #SomosTodosClarinha", respondeu Sérgio Sette Câmara.

Logo após a postagem do presidente alvinegro, o perfil oficial do Atlético no Twitter anunciou que a maior doação receberá duas camisas oficial do clube. Uma autografada pelo ídolo Reinaldo, outra por todo o grupo de jogadores do Atlético.

ARTE

ARTE